segunda-feira, 7 de março de 2011

A armadura de Deus

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.
Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.
Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça.
Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz; embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.
Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos.”
Efésios 6:10-18
O final da carta de Efésios nos traz a dimensão correta desta nova realidade de vida em Cristo Jesus. Agora, a partir de uma experiência genuína de arrependimento e fé, rendendo-se ao senhorio de Jesus, o cristão é desafiado a viver neste embate com um mundo que se opõe fortemente ao senhorio de Jesus, um mundo que jaz no maligno.

Paulo deixa claro que este confronto não é contra pessoas, mas contra idéias e filosofias, contra as artimanhas de Satanás, que procura destruir tudo aquilo que Deus criou. No livro de Gênesis, a expressão utilizada para descrever a qualidade da obra do Criador foi – “e viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom (Gn 1:31)”. A oposição do adversário é para converter tudo àquilo que é bom em mau, trazer destruição e morte.

Por isso somos advertidos a tornarmos mais fortes, a resistir essa obra perversa. Porém essa força de resistência não provém de nós, mas é fruto de uma caminhada estreita com o próprio Deus. A comunhão com Deus é a única maneira para resistir às armadilhas infernais, que procuram nos remover desta nova condição de filhos de Deus.

Este enfrentamento de forças é terrível, porém em nenhum momento a obra de Deus estará ameaçada pelo Diabo. Deus não disputa força com ninguém, sua glória e poder não são comparáveis. Por isso mesmo está ao nosso dispor a armadura de Deus.

Note que a armadura de Deus é uma série de elementos que compõem a espiritualidade cristã, são eles: a verdade, a justiça, a fé, a salvação, a palavra de Deus e a oração. A disciplina espiritual nos leva a um estado de prontidão para permanecer em Cristo e discernir os nossos dias, inclusive com uma percepção mais integradora do reino de Deus.
Enviar um comentário