quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A fé no Filho de Deus


Todos aqueles que crêem que Jesus é o Messias são filhos de Deus. E quem ama um pai ama também os filhos desse pai. Nós sabemos que amamos os filhos de Deus quando amamos a Deus e obedecemos aos seus mandamentos. Pois amar a Deus é obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são difíceis de obedecer porque todo filho de Deus pode vencer o mundo. Assim, com a nossa fé conseguimos a vitória sobre o mundo. Quem pode vencer o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus. 
I João 5:1-5

A identidade do cristão está diretamente relacionada à pessoa de Jesus. A fé sincera em Jesus como o Filho de Deus, Salvador e Senhor, é suficiente para provocar em nós um novo nascimento. Não um nascimento da carne, mas de Deus, que nos coloca no lugar do qual nunca deveríamos ter saído – o reino de Deus (Jo 3:3-5). Esta obra é conhecida como conversão e pode ser verificada pelo amor, maneira pela qual a vida nesse Reino se manifesta e se desenrola produzindo um novo homem. 

O amor é a tônica da vida no reino de Deus. Mas atenção! Não confunda o amor deste Reino com o amor que você está acostumado a assistir nos romances. Esse amor tem conseqüências mais profundas, ele não está relacionado apenas há um mero sentimental passageiro e que logo se desfaz. O amor aqui está relacionado a compromisso, obediência e serviço. E a expressão exata deste amor pode ser conhecida através da vida de Jesus. 

Portanto, o amor que está sendo forjado nos cristãos é firme e sempre atento, dedicado ao bem e em constante luta com a injustiça. O amor do qual João está falando conduz o homem na caminhada da identificação com o próprio Jesus, o alvo é a gente se tornar parecido com o próprio Jesus (Rm 8:28-29).
Enviar um comentário