quarta-feira, 16 de junho de 2010

A boa notícia de Deus


“(por meio de Jesus Cristo) temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, que Deus derramou abundantemente sobre nós” Efésios 1:7-8

Jesus é a boa notícia de Deus para a humanidade. Não estamos mais a nossa própria mercê, mas Cristo proveu vida a todos nós que andávamos distantes do Criador. Em Jesus Cristo gozamos redenção, um caminho de volta à comunhão com o Pai.

Porém o preço pago por Jesus foi alto, Ele tomou sobre si as nossas ofensas e assim satisfez a ira de Deus pelos nossos pecados. Jesus tornou-se a oferta perfeita, Aquele que não tem pecado se fez pecado por nós na cruz.

· O sacrifício de Jesus foi voluntário, Ele doou sua vida por nossa causa.

· O sacrifício de Jesus foi substitutivo, Ele se entregou em nosso lugar pelos nossos pecados.

· O sacrifício de Jesus foi suficiente, Ele fez isso uma vez por todas quando a si mesmo se entregou.

Por tudo isso nós somos justificados nEle, somos tornados justos em Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador.

No dia 30 de maio de 2010, 15 adolescentes de nossa comunidade testemunharam publicamente compreender essa verdade e professaram a fé no Senhor Jesus Cristo.

Vejam alguns desses testemunhos que fortalecem a nossa fé e renovam a esperança:

“E por isto eu quero professar a minha fé, pois reconheço que sou pecadora e que o único Salvador é Jesus Cristo.”

“O meu interesse em participar da classe de catecúmenos, se deve pelo fato de eu sentir necessidade e vontade de conhecer mais a Deus, e de mostrar não só para a Igreja, mas também para a sociedade, que Deus habita em mim, que sou cristã e que Ele é o melhor caminho a ser seguido, porém não é o mais fácil. Foi a partir dessas aulas, desses encontros/esclarecimentos que eu passei a entender mais sobre a proposta de Deus para o homem e o quão bom Ele é para aqueles que nele crêem. Ficando claro para mim que é ao reino de Deus que eu quero pertencer e que Ele é o único Senhor, Salvador.”

“Eu nasci na igreja e fui batizado quando ainda era um bebê. Meus pais me criaram na igreja, como prometeram, e não tenho nada que reclamar de minha criação/educação, só agradecer. Decidi então, que eu creio em Deus, creio no sacrifício de Cristo, e desejo adotar a fé dos meus pais para mim, desejo professar publicamente a minha fé... consegui entender um pouco de como sou falho e pecador, e ainda, orgulhoso”

“eu quero mesmo professar em público essa fé que agora também é minha e não só dos meus pais, e se for preciso, sofrer por causa dela”

Enviar um comentário