segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O convite de Jesus


“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30

Jesus faz um convite direcionado a todos, sem acepções. O convite envolve a promessa de um descanso para a alma insatisfeita, inquieta, relutante e sem paz.

O convite é aos cansados de uma religiosidade que não leva a lugar algum, de viver longe e arredio a Deus, de confiar nas suas próprias forças.

O convite é também aos sobrecarregados em andar com a culpa e de tanta penitência para tentar apagar os erros.

O convite requer submissão e rendição a Jesus. Deixem de lutar e rendam-se ao chamado amoroso de Jesus.

Porém para isso é preciso reconhecer e aceitar a nossa limitação, o nosso estado pecaminoso que transforma em pecado tudo o que tocamos, e a incapacidade de resolver sozinho essa inimizade com Deus – o auto engano de que nossas virtudes encobrem nossos erros. Bem aventurados aqueles que reconhecem que são pobres...

O convite é para caminhar com Jesus, é o convite do discipulado, da vida cristã. Jesus garante misericórdia e compaixão nessa caminhada. Ele conhece nossa estrutura e sabe o ritmo que estamos aptos a suportar.

A vida com Jesus não é somente possível, como também abundante, plena e satisfatoriamente feliz nessa vida, sem perder os céus de vistas.

A ansiedade será substituída pela paz, a certeza de que estamos acumulando tesouros nos céus.

Vem e vê.
Enviar um comentário