sábado, 25 de dezembro de 2010

O nascimento do Salvador Jesus (Jogral de Natal)

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez.

O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz.
A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.

A vida estava nele e a vida era a luz dos homens.

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre.

O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.

Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR.
Deleitar-se-á no temor do SENHOR; não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos; mas julgará com justiça os pobres e decidirá com eqüidade a favor dos mansos da terra; ferirá a terra com a vara de sua boca e com o sopro dos seus lábios matará o perverso.
A justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade, o cinto dos seus rins.

O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.

Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles. Ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco).

Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim.

Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.

Eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
E, subitamente, apareceu uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.

Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Jesus é o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

Disse Deus: Jesus é o meu Filho amado, em quem me comprazo.

Todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem em Jesus; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

Jesus é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação.

Nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades.

Tudo foi criado por meio de Jesus e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste.
Enviar um comentário